Carlos Prates será desativado em 2021

Um dos principais aeroportos dedicados para a aviação de instrução do país, Carlos Prates em Belo Horizonte, será desativado. A informação foi divulgada pelo Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

De acordo com o executivo, a desativação deverá acontecer até dezembro de 2021. As operações no entanto, serão transferidas para o aeroporto da Pampulha, que também é localizado na capital mineira.

Hoje é um dos grandes responsáveis pela formação de novos pilotos brasileiros, abrigando escolas de aviação e hangares. O que levará um aumento no tráfego na Pampulha, que possui uma melhor infraestrutura para aviação de pequeno porte.

Mudanças nos aeroportos belo-horizontinos

Não só o Carlos Prates passará por mudanças. Recentemente, Pampulha foi entregue pelo governo federal para o estado de Minas Gerais. Com isso, o governo mineiro passará a ser o responsável pela gestão do polêmico aeroporto central de BH.

Entretanto, o próprio governo estadual terá até 31 de dezembro para aceitar o aeroporto, ou devolver para a esfera federal. Assim entrará automaticamente na próxima rodada de concessões aeroporturárias.

O governo de Minas, ouvirá propostas de viabilidade na exploração da Pampulha. Estas propostas serão apresentadas por algumas administradoras aeroportuárias, como a Zurich Airport, que detém participação acionária na BH Airport, que controla Confins. Caso seja do interesse do governo estadual realizar a própria concessão, a Infraero continuará administrando até a conclusão do processo.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta