Azul e Brasil Vida atuam em conjunto para salvar vida de piloto

Interior de uma aeronave configurada para transporte aeromédico. Foto: Brasil Vida.

Durante a noite de ontem, 29, um piloto da Azul Linhas Aéreas foi transportado de Maringá, no Paraná, para São Paulo em uma UTI aeromédica da Brasil Vida Táxi Aéreo.

Após complicações clínicas causadas pelo contágio por Covid-19, o tripulante da companhia necessitou ser transportado até a capital paulista. A missão exigiu o uso de tecnologia ECMO, um sofisticado aparato que funciona como um coração artificial e um pulmão artificial para o paciente.

Continua após a publicidade

Estas são missões demasiadamente delicadas, por causa da instabilidade do paciente e os cuidados adicionais que devem ser seguidos à risca para manter o quadro clínico do paciente. Todo o procedimento, incluindo o manuseio dos equipamentos e a logística de embarque e desembarque exige precisão e atuação eficiente.

Afirma o coordenador aeromédico Ramon Mesquita.
Foto: João Godoi / Brasil Vida.

Para atender esta missão, um avião Learjet 31 da Brasil Vida decolou de São Paulo com a equipe médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, para onde o paciente foi levado. De acordo com Mesquita, o voo aconteceu sem nenhuma intercorrência.

Além disso, a Azul enviou um avião Pilatus PC-12 para levar os familiares do funcionário a São Paulo, onde devem permanecer durante o tratamento do piloto na capital paulista.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta