Visitamos o luxuoso Global 6000 de uma famosa rede de lojas

Colaboração: Emmanuel Guimarães

Durante a visita do empresário Luciano Hang em São José do Rio Preto (SJP), interior paulista, tivemos a oportunidade de conferir de perto o luxuoso Bombardier Global 6000, a maior aeronave da rede de lojas Havan.

Durante sua permanência em solo riopretense, os comandantes Bauke e Renato nos acompanharam durante a visita ao confortável jato, avaliado em R$250 milhões. A sofisticada aeronave de grande porte e de alcance intercontinental, tem capacidade para transportar com muito conforto 16 passageiros, de acordo com a configuração escolhida pelo empresário.

Continua após a publicidade

Enquanto Luciano Hang estava reunido com 150 funcionários da nova loja Havan, inaugurada em Catanduva, cidade localizada próxima a Rio Preto, tivemos acesso exclusivo ao interior do suntuoso jato executivo. O Global 6000 da Havan abusa do requinte e sofisticação. A aeronave oferece regalias que não são encontradas em nenhuma das melhores primeiras classes das empresas de carreiras ao redor do mundo.

Sua cabine é dividida em três ambientes, com grandes poltronas e sofás que viram camas. O alcance máximo do avião é de 11.112 quilômetros, o que permite voar sem escala de São Paulo até Berlim (Alemanha). A bordo, para facilitar a vida do empresário, a aeronave possui telefone via satélite e conexão à internet.

Também conta com mesas que podem ser removidas ou simplesmente transformadas para reuniões e refeições. Além disso, o compartimento de bagagem pode ser acessado direto da cabine, mesmo durante o voo.

O empresário optou pela aeronave devido aos inúmeros voos internacionais que costuma realizar para a Ásia por ano, antes realizados em voos de carreira. Com seu jato executivo de longo alcance,
o dono da Havan ganhou mais tempo voando direto para o destino.

Além do Global 6000, que foi entregue em maio do ano passado, a frota da Havan conta com um Learjet 45, um Bombardier Challenger 350, três helicópteros Leonardo, sendo um AW-109 e dois com uma versão melhorada, o AW-109SP.

Para manter a frota bilionária, é necessário uma equipe composta por 11 pilotos, dois mecânicos e mais cinco trabalhadores, que atuam nos hangares localizados no Aeroporto de Navegantes, Santa Catarina.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta