Não salvar a Avianca causaria perda bilionária a economia colombiana, afirma vice-ministro

AVIANCA 787

Conforme noticiado hoje pelo Contato Radar, a companhia de bandeira colombiana Avianca receberá um aporte milionário do governo para apoiar sua reestruturação.

O Governo Colombiano confirmou que concederá à Avianca um empréstimo de $370 milhões de dólares, o anúncio foi feito pelo Ministério das Finanças e Crédito Público da Colômbia. Apesar disso, o mesmo ainda necessita passar pela aprovação de um juiz, que supervisiona o procedimento de reestruturação da companhia.

Continua após a publicidade

O vice-Ministro da Fazenda da Colombia, Juan Alverto Londoño, se pronunciou a favor deste anúncio porque, se não fosse feito, a economia colombiana teria perdas significativas.

Não salvar a Avianca pode representar uma perda de $ 20 bilhões de dólares para a economia colombiana como um todo.

Disse Juan Alberto Londoño, Vice-Ministro da Fazenda colombiano.

De acordo com Juan Londoño, perder as rotas regionais da Avianca significaria perder entre quatro e cinco anos na conectividade aérea do país. O setor da aviação foi um dos mais afetados por conta da atual pandemia.

O Vice-Ministro ainda acrescentou que, se o empréstimo não for pago, o governo colombiano poderá recorrer as garantias, incluindo o programa de passageiro frequente e alguns de seus ativos ou contas .

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta