LATAM espera sair da Recuperação Judicial com redução significativa de frota

O Grupo LATAM, divulgou ontem (18), os resultados financeiros referente ao segundo trimestre deste ano. De acordo com a companhia, o prejuízo operacional totalizou US$ 694,8 milhões, tendo o prejuízo líquido de US$ 890 mi.

Sobre a frota, o Grupo LATAM já devolveu 23 aeronaves e espera devolver mais 9. No início do processo da Recuperação Judicial nos Estados Unidos, conhecido como Chapter 11, todo o grupo possuía 340 aeronaves. Outro ponto abordado é em relação ao leasing, que passará a ser feito no regime de hora voada, o que foi amplamente aceito pelos proprietários.

Continua após a publicidade

“Além disso, e em linha com os esforços para preservar a liquidez, o Grupo LATAM Airlines e as suas afiliadas propuseram aos seus respectivos funcionários uma redução voluntária de 25% nos salários dos executivos e
20% dos salários em geral nos meses de julho, agosto e setembro, que foi aceita por aproximadamente 95% de todos os funcionários do grupo. Além disso, durante o trimestre, o quadro de funcionários do grupo diminuiu em 5.500 funcionários desde o final de março de 2020, encerrando o trimestre com 37.053 funcionários.

Atualmente, 18 de agosto, o Grupo LATAM Airlines e suas afiliadas têm um total de 29.957 funcionários, uma redução de 7.096 funcionários em comparação com o final de junho de 2020. Um dos marcos importantes deste processo é a garantia do financiamento necessário para continuar a operar enquanto o grupo reestrutura a sua estrutura de capital junto a credores e outras partes relevantes interessadas.”

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta