LATAM Brasil iniciará demissão de 2,7 mil tripulantes na sexta-feira

A subsidiária brasileira do Grupo Latam Airlines inciará na próxima sexta-feira, 7, a demissão de mais de 2,7 mil tripulantes, dentre comandantes, co-pilotos e comissários de bordo. Após rejeição da proposta de acordo coletivo de trabalho (ACT), 2758 tripulantes serão desligados do quadro de funcionários da companhia.

Hoje, 4, se encerrá a possibilidade dos tripulantes aderirem ao programa de demissão voluntária. Conforme o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), até ontem, aderiram ao programa 179 profissionais, sendo: 33 comandantes, 7 copilotos e 139 comissários. Contando com cerca de 7 mil tripulantes, o corte a ser feito corresponde a 39% do atual efetivo de voo da LATAM Brasil.

De acordo com o SNA, a proposta feita pela companhia foi rejeitada por quase 89% dos tripulantes em votação. O sindicato propôs redução de salário e jornada por 18 meses, conforme os acordos fechados com a Azul e GOL, porém, a LATAM pretendia fechar um acordo temporário e, após os 18 meses, uma redução permanente de salários.

Além dos tripulantes, a redução de 30% do efetivo total da companhia também atingirá profissionais de escritório e aeroviários, equipes que trabalham em solo nos aeroportos.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta