Em meio a crise, Qatar Airways se destaca no transporte de cargas e passageiros


Continua após a publicidade

De acordo com os dados de junho da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), a Qatar Airways, foi a companhia aérea que transportou mais passageiros e cargas durante a crise. Os 1,25 bilhão de passageiros-quilômetro (RPK) da companhia durante o mês de junho responderam por 8,1% do mercado global, mais de 50% da segunda maior operadora neste mesmo período.

A divisão cargueira, liderou seu setor com cerca de 1 bilhão de toneladas por quilômetro de carga (CTK), representando 6,8% do mercado global do seguimento. Se destacando principalmente no transporte de suprimentos médicos e de ajuda essenciais para as regiões afetadas.

A Qatar Airways se tornou a maior companhia aérea internacional, voando 85 milhões de quilômetros para repatriar mais de 2 milhões de passageiros com 20.000 voos durante esta crise. A empresa trabalhou em estreita colaboração com governos e empresas em todo o mundo para operar mais de 360 voos adicionais.

“Me sinto orgulhoso pelos resultados divulgados pela IATA, que mostram a resiliência de nossa companhia aérea durante a crise e o compromisso com nossos passageiros e clientes de carga”. Comemora Akbar Al Baker, CEO da Qatar.

Devido ao impacto da pandemia na demanda de viagens, a companhia aérea tomou a decisão de retirar o A380 de sua frota, considerando que não é justificável operar uma aeronave tão grande no mercado atual.

As medidas de segurança a bordo da Qatar Airways para passageiros e tripulantes de cabine incluem o fornecimento de equipamento de proteção individual (EPI) para a tripulação de cabine e um kit de proteção suplementar e máscaras faciais descartáveis para os passageiros. Os passageiros da Classe Executiva em aeronaves equipadas com Qsuite podem desfrutar da privacidade proporcionada por esta categoria premiada, pois podem ficar isolados do resto da aeronave com a opção de usar o indicador “Não Perturbe (DND)”.

Para garantir que os viajantes possam planejar sua viagem com tranquilidade, a companhia aérea também ampliou suas políticas de reserva para oferecer ainda mais opções aos seus passageiros. Com isso, permitirá mudanças ilimitadas de data e os passageiros poderão mudar seu destino com a frequência necessária se estiver dentro de 5.000 milhas do destino original.

A Qatar não cobrará nenhuma diferença de tarifa para viagens realizadas antes de 31 de dezembro de 2020, após esta data serão aplicadas as normas tarifárias. Todos os voos reservados para viajar até 31 de dezembro de 2020 serão válidos por dois anos a partir da data de emissão.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta