Copa deve vender seus Embraer 190

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

Com a pandemia, muitos cortes de frequências e rotas foram realizados. Em consequência disso, a maioria das companhias aéreas ficou com um número de aeronaves superior ao que a malha necessita.

Diante disso, e como estratégia para reduzir os custos, a Copa Airlines está próxima de fechar negócio para a venda de 14 Embraer E190. Todas as unidades, caso o acordo seja concretizado, serão transferidas para a australiana Alliance Airlines.

Apesar de a negociação não ser feita diretamente entre as duas companhias, a proposta vem em momento ideal para a companhia aérea panamenha. A partir do momento que as aeronaves saírem da frota, a Copa será a segunda companhia aérea na América Latina a operar exclusivamente Boeing 737, juntamente com a Gol.

Além das aeronaves, a negociação de 79 milhões de dólares inclui seis motores reservas, equipamento, e até mesmo a opção de adquirir um simulador para treinamento dos tripulantes da aeronave.

A Alliance Airlines é uma companhia aérea regional australiana baseada em Brisbane (BNE), onde a Qantas detém 20% das ações. Atualmente, a frota da empresa é composta por 46 aeronaves. Todas elas da fabricante holandesa Fokker, em três diferentes modelos: 50, 70 e 100.

“Nossa frota Fokker continua sendo o núcleo, e acreditamos que ela permanecerá em serviço por muitos anos. Entretanto, com a pouca oferta dessas aeronaves, chegou a hora de adquirir um modelo mais novo para nos posicionar para a próxima fase de crescimento.” disse Scott McMillan, diretor da empresa.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta