Canadá começará a recertificação do Boeing 737 MAX

O processo de recertificação do Boeing 737 MAX está próximo de acontecer pela autoridade aeronáutica do Estados Unidos, a FAA. E, o Canadá será o segundo país no mundo, a iniciar o mesmo processo.

Assim como a Air Canada, a WestJet também é uma operadora do equipamento, tendo cada uma 24 e 13 exemplares, respectivamente. De acordo com a Reuters, a autoridade canadense, Transport Canada, iniciará os voos de teste na próxima semana.

Continua após a publicidade

No início de agosto, a FAA já havia divulgado, quais as principais mudanças necessárias no 737 MAX. Porém, cada autoridade aeronáutica tem a liberdade de promover seus próprios programas de certificação e exigir outras mudanças que acharem necessárias.

No Brasil, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), já iniciou os estudos de viabilidade do retorno das operações com o jato. Tendo a GOL como operadora nacional e a Aerolíneas Argentinas como estrangeira que utilizava o 737 MAX para São Paulo (GRU).

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta