Azul registra prejuízo no segundo trimestre

Antes da abertura do mercado da bolsa de valores, a Azul divulgou seu resultado financeiro referente ao segundo trimestre do ano. Não diferente de toda a aviação global, a companhia registrou prejuízo no período.

De acordo com a companhia, a receita operacional foi de R$402 milhões, uma redução de 85% em relação ao mesmo período do ano passado. Em contrapartida as despesas reduziram em 46%.

O prejuízo operacional foi de R$820 milhões, e o prejuízo líquido (excluindo variação cambial e marcação a mercado) foi de R$1,5 bilhões. A Azul também estima uma economia de R$ 7 bi entre março de 2020 e dezembro de 2021.

Referente ao caixa, a Azul registrou liquidez de R$2,3 bilhões, acima do esperado de R$2,0 bi. Outros destaques ficaram com redução de 10m5% do passivo de arrendamento e postergação de entrega de 82 novas aeronaves entre 2020 e 2023 para 2024 e anos posteriores.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta