Ryanair apresenta prejuízo pela primeira vez

Com sua frota única de Boeing 737, a Ryanair é uma das maiores companhias aéreas low-cost no mundo. Também é referência pela prática de preços baixos e cobrança de diversos serviços.

De acordo com a companhia, o último trimestre foi o mais desafiador de seus 35 anos de história. A pandemia forçou que 99% da sua frota de mais de 330 aeronaves ficasse estocada. No período, transportou somente 500 mil passageiros, contra os mais de 42 milhões no mesmo período do ano passado.

Continua após a publicidade

Como consequência, divulgou nesta segunda-feira (27) perdas de 185 milhões de Euros no último trimestre. No ano passado, no mesmo período, registrou lucros de 243 milhões de Euros.

Entretanto, reportou também que possui caixa de aproximadamente 4 bilhões de Euros. Em relação a recebimentos de novas aeronaves, a companhia espera contar com o Boeing 737 MAX ainda esse ano.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta