Qantas vai realizar voos de despedida para o Boeing 747

Após quase 50 anos de operações, e acelerado pela queda de demanda aérea provocada pela pandemia, o fim da história entre o Boeing 747 e a Quantas, que começou em 1971, está chegando.

O último voo regular realizado pela aeronave na maior companhia aérea australiana, operado no último mês de março, saiu de Santiago do Chile (SCL) com destino a Sydney (SYD), com o Boeing 747-400 de matrícula VH-OEE recebido em 2002.

Continua após a publicidade

Ao longo de quase meio século, a Qantas foi uma fiel cliente do modelo, operando cerca de 65 unidades do “Jumbo” nas versões 100, 200, 300, 400 e SP. A primeira unidade da série 400, uma das que teve maior sucesso, foi recebida em 1989 diretamente da fábrica da Boeing.

Para celebrar a trajetória dessa aeronave icônica, a Qantas vai operar três voos de despedida nas próximas semanas, nos dias 13, 15 e 17/07. Os voos partirão dos aeroportos de Sydney (SYD), Brisbane (BNE) e Canberra (CBR), com duração aproximada de 1 hora.

Os voos serão vendidos no próprio site da empresa, a partir da próxima terça-feira (07), ao custo de 280 dólares na classe econômica e 520 dólares na classe executiva. Após os três voos, no dia 22/07 está previsto o traslado para o deserto do Mohave, nos Estados Unidos, via Los Angeles (LAX).

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta