Presidente da Azul fala em “até breve” para os funcionários desligados

Em entrevista para a CNN Brasil, John Rodgerson, presidente da Azul falou sobre a atual situação do mercado e os desligamentos de funcionários que aconteceram durante a última semana.

“Estamos tentando voar cada vez um pouquinho mais, atualmente estamos com cerca de 25% da nossa capacidade. A única coisa que vai ajudar o país voltar a crescer, é voar. Temos que conectar o Brasil, temos que ajudar os médicos a chegar em todos os cantos, então é super importante que todos voltem a viajar.” Afirmou John.

Sobre as demissões, o executivo começou agradecendo aos colaboradores desligados. “Minha esperança é que foi um até breve. Eles podem descançar um pouquinho, é triste o que aconteceu. Algumas bases só terão voos daqui um ano, logo não podemos continuar com eles sem serviço durante esse ano. Eu sou otimista, tenho a intenção de recontratar essas pessoas de volta.”

Sobre a ajuda do BNDES, John explicou que tem expectativa de ter notícias até a próxima semana. A ajuda não é vista por ele como um gasto do BNDES, mas sim um investimento para o povo brasileiro pois o dinheiro volta para o governo com um valor alto. Porém para não depender do aporte, a Azul buscou entrar em negociação com todos os stakeholders, como bancos,empresas de leasing e acordos com os colaboradores.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!