El Al suspende todos os voos

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

A situação financeira na maior companhia aérea israelense parece ter se agravado nos últimos dias. Hoje (01), o CEO da El Al, Gonen Usishkin, ordenou que todas as aeronaves da empresas retornassem para o país, inclusive as que já estavam em voo.

A empresa já estava sem realizar voos comerciais regulares desde abril, operando apenas rotas específicas em voos especiais, principalmente de repatriação. Além disso, a El Al realizava voos cargueiros com suas aeronaves de passageiros, da mesma maneira que diversas outras companhias aéreas estão fazendo.

Continua após a publicidade

A decisão do CEO inclui tanto voos de passageiros quanto cargueiros sem prazo definido, e todos os seis voos previstos (dois com passageiros e quatro cargueiros) para serem realizados hoje foram cancelados, mesmo que os aviões já estivessem em voo.

A decisão foi tomada após o anúncio realizado na noite de ontem (30), em que a empresa divulgou um prejuízo de 140 milhões de dólares no primeiro trimestre do ano, e que provavelmente, diante das circunstâncias da pandemia, deve ser seguido de mais números negativos no segundo trimestre.

A El Al ainda negocia com o governo Israelita os termos para receber um aporte de cerca de 400 milhões de dólares, que será utilizado para a reorganização da empresa no contexto pós-pandemia. Apesar disso, e agravando ainda mais a situação, a companhia ainda luta para chegar à um acordo com os seus funcionários.

“(A El Al) é incapaz de chegar a um acordo com os funcionários, recusa a generosa oferta de resgate do governo e não pode liderar a empresa no momento” disse Nir Reuveni, representante do sindicato dos tripulantes da El Al.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

One thought on “El Al suspende todos os voos

Deixe uma resposta