Credores da LATAM rejeitam proposta de empréstimo

No mês de maio, o Grupo LATAM recorreu nos Estados Unidos ao pedido de proteção de falência denominado Chapter 11.

Desde então, para tentar mitigar os problemas que o grupo enfrenta, investidores da LATAM buscam um empréstimo no valor de 1,5 bilhão de dólares.

Continua após a publicidade

A quantia será agregada ao aporte de cerca de 900 milhões de dólares que seus acionistas majoritários compostos pela Família Amaro, Família Cueto e Qatar Airways pretendem realizar.

Segundo o portal CNN, os credores da LATAM recusaram na última semana um empréstimo de 2,45 bilhões de dólares, que seria repassado pela Oaktree Capital Management e pelos acionistas da companhia aérea.

De acordo com os credores, o financiamento é muito caro. “É uma proposta muito grande, muito cara e não é suportada por um processo de divulgação justo e adequado”, afirmou um comitê que representa credores sem garantia da companhia aérea nos documentos.

Diante disso, os credores afirmam que a LATAM deveria explorar empréstimos mais baratos. Eles também questionaram se a companhia precisa mesmo dos US$ 2,45 bilhões, citando que os assessores financeiros recomendaram US$ 2,15 bilhões em financiamento para a continuidade das operações da empresa.

Por fim, a empresa segue buscando formas de quitar suas dívidas e também segue realizando a devolução de 31 aeronaves, após assinar uma rescisão de contrato junto aos lessores.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta