Boeing pode ter definido o fim da produção do 747

A atual crise econômica veio para mudar todo o panorama da aviação em todo o mundo. Assim como o Contato Radar já noticiou várias vezes, diversas companhias aéreas estarão deixando de operar seus icônicos quatrijatos, como os Airbus A340 e A380 assim como a rainha dos céus, o 747 Jumbo.

Mais de 50 anos desde a demonstração ao público do primeiro jumbo, seus dias podem estar contados na linha de produção da Boeing. Atualmente, é fabricado a versão cargueira do 747-8, último modelo de um total de seis produzidos pela americana.

De acordo com a agência Bloomberg, o fim da produção do 747 pode estar programado para acontecer em até dois anos. A Boeing, ainda não confirmou a informação, o que segundo a agência, a informação pode ser observada nas “mudanças sutis das demonstrações financeiras”.

O Jumbo revolucionou o mercado aéreo em todo o mundo. Com 1.571 ordens, só perdia para o 777 como o widebody mais vendido da história. Atualmente com a introdução de aeronaves maiores como o 777X e A350, os custos dos quadrijatos ficaram em desvantagem frente a estas aeronaves mais econômicas.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!