Boeing espera retorno do 737 MAX no quarto trimestre deste ano

No início deste mês de julho, a Boeing e a Federal Aviation Administration (FAA), agência norte-americana que regulamenta a aviação civil, realizaram um série de voos teste com o Boeing 737 MAX. Porém, conforme noticiado pelo Contato Radar no último dia 22 de julho, esses testes não tem data para serem concluídos.

De todo modo, a realização desses voos teve como principal objetivo dar continuidade ao processo de recertificação da aeronave, impedida de voar há 16 meses, após dois acidentes fatais. Nos testes, diversas manobras e situações adversas são executadas para testar as atualizações realizadas pela Boeing e sua real segurança para os passageiros e tripulantes.

Continua após a publicidade

Com base em nossa última avaliação, agora esperamos que as aprovações regulatórias necessárias sejam obtidas a tempo de relatar a retomada das entregas durante o quarto trimestre. Obviamente, o momento atual será determinado pelos reguladores globais.

Disse Dave Calhoun, CEO da Boeing, durante uma chamada de ganhos ontem (29).

Entretanto, a Boeing espera o retorno dos jatos 737 MAX durante o quarto trimestre deste ano, conforme dito pelo CEO Dave Calhoun durante uma chamada de ganhos. Além disso, a fabricante espera entregar mais de 400 aeronaves armazenadas dentro de um ano.

A produção das aeronaves 737 MAX chegou a ser interrompida no início deste ano e após seu retorno foi drasticamente reduzida, assim como outros modelos, que estão com uma taxa de produção bem menor, como os Boeings 767, 777 e 787.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta