Boeing encerrará produção do 747

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

Uma das aeronaves mais clássicas da história da aviação terá sua produção encerrada. Segundo a Boeing, o fim da linha para o 747, popularmente conhecido como “Jumbo” ou “Rainha dos Céus”, será em 2022.

Dessa forma, e somado à um prejuízo bilionário, a mudança de mercado ocasionada pela pandemia fez a fabricante norte-americana optar por encerrar a produção do quadrimotor já nos próximos anos.

Continua após a publicidade

Apesar do enorme sucesso, em suas diversas versões e “atualizações”, com o tempo a aeronave foi superada por jatos mais eficientes. Aviões como o Boeing 787 Dreamliner e o Airbus A350XWB, substituíram os materiais tradicionalmente usados na fabricação, fazendo com que esses jatos consumissem muito menos que o enorme 747.

Por sua vez, essa “competição” fez com que o 747 perdesse em parte a sua atratividade comercial. Em um mundo onde custos, principalmente com combustível, são a diferença entre a viabilidade ou não de uma rota, a substituição de grandes aeronaves como o Boeing 747 e Airbus A380 tornou-se vital para algumas empresas.

Entretanto, a pandemia acabou acelerado um processo que ainda deveria levar um maior período de tempo. Companhias aéreas como Qantas, KLM e British Airways recentemente optaram por encerrar todas as operações o modelo, colocando fim à rotas históricas e aposentando de vez o 747.

De todo modo, ainda poderemos ver diversos voos com a aeronave, que ainda tem grande utilidade no mundo cargueiro da aviação. Pela sua grande capacidade de carga, o 747 ainda é amplamente utilizado nesse setor.

Ademais, com mais unidades disponíveis no mercado, é provável que algumas aeronaves sejam convertidas em cargueiras e retornem ao voar, dando uma certa sobrevida à ‘Rainha dos Céus’.

No tocante à voos de passageiros, por enquanto as oportunidades são mais restritas. Lufthansa, Korean Air e Air China ainda pretendem manter as operações com a versão mais recente do jato, o Boeing 747-8i.

No Brasil, até o momento, mantemos uma única ligação entre Frankfurt (FRA) e São Paulo (GRU) com o icônico jato, também na versão 747-8i.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta