Boeing avalia atrasar entregas do 777X

A crise causada pela pandemia vem afetando as companhias aéreas e principalmente a indústria aeronáutica. A Boeing, por exemplo, estuda atrasar as entregas do novo 777X por causa da queda da demanda.

Segundo a Reuters, uma das maiores agências de notícias do mundo, a fabricante norte-americana pode atrasar as entregas do jato em até três anos.

Neste mês, o Diretor de Operações da Emirates, Al Redha, adiantou que sua companhia não espera receber o avião antes de 2022. “Não vejo que eles possam entregar a aeronave em 2021. Acho que 2022 é uma suposição segura a ser feita”, disse o executivo.

O primeiro voo de teste do 777X aconteceu no primeiro mês deste ano. Até o fim de janeiro, o avião havia recebido 340 pedidos, incluindo encomendas da Emirates, Lufthansa, Cathay Pacific, Singapore Airlines e Qatar Airways.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

One thought on “Boeing avalia atrasar entregas do 777X

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!