ATR reduzirá sua produção pela metade em 2020

A fabricante ítalo-francesa ATR anunciou neste mês que reduzirá sua produção pela metade e demitirá cerca de 200 funcionários em 2020. A medida tomada pela empresa é consequência da crise causa pela pandemia. Em 2019, a ATR entregou 67 novas aeronaves. Já a estimativa para 2020 é entregar a metade do ano anterior, entre 30 a 35 aeronaves.

“A indústria da aviação, juntamente com muitas outras indústrias, está enfrentando a crise econômica mais significativa que já experimentamos”, afirmou o CEO da ATR, Stefano Bortoli. O executivo ainda acrescentou que a aviação regional se recuperará, mas que as restrições de viagens, um medo “natural” de as pessoas voltarem a voar e a incerteza sobre as perspectivas de uma vacina significarão um retorno lento às operações normais.

Líder no mercado regional de 50 a 70 assentos, a ATR possui dois produtos, o ATR 42 e o ATR 72. No Brasil, atualmente, há cinco operadoras de ATR: Azul, Voepass (Passaredo e MAP), Omni, Total e Imetame.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!