Andes planeja retomar suas operações a partir do Aeroporto Ezeiza

A companhia argentina Andes Lineas Aereas, famosa por operar os clássicos jatos McDonnell Douglas MD-83, comunicou uma alteração que será feita durante alguns meses em sua malha de voos.

O Aeroporto Jorge Newbery, Aeroparque (AEP), é o hub da Andes e ficará em obras durante quatro meses, entre 1º de agosto e 30 de novembro. Com isso, a companhia deverá concentrar seus voos a partir do Aeroporto Ezeiza (EZE). Além da Andes, outras empresas deverão migrar suas operações do principal aeroporto de voos domésticos do país.

Diversas aeronaves estão armazenadas no Aeroparque devido a pandemia, que causou queda drástica na demanda e posterior suspensão de voos no país, estas deverão deixar o aeroporto antes do início das obras. Os voos na Argentina estão previstos para retornarem a partir do mês de setembro.

Nossas operações serão a partir do Aeroporto Ministro Pistarini (Ezeiza). Durante esse período (01/08 até 31/11) você pode identificar em nosso portal de pesquisa como EZE. Agradecemos sua compreensão.

Comunicou a companhia através de seu site.

A empresa possui atualmente uma frota de cinco aeronaves MD-83 e voa para apenas quatro cidades na Argentina: Puerto Maryn (PMY), Jujuy (JUJ), Salta (SLA) e Comodoro Rivadavia (CRD). Devido a uma grave crise enfrentada no ano de 2019 a Andes deixou de operar em diversas cidades, como Puerto Iguazú (IGR), Córdoba (COR) e Bariloche (BRC).

Em outubro do ano passado voamos em um dos clássicos jatos “Mad Dog” da Andes e você pode conferir um Flight Report clicando aqui.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!