American pode cancelar encomenda do 737 MAX

Com a grande mudança que o mercado mundial da aviação vem passando nos últimos meses, companhias aéreas do quatro cantos do mundo estão revendo os gastos com novas aeronaves nesse momento de incerteza.

A forma com que o mercado vai se recuperar diante da pandemia ainda é incerta, a expectativa é que a liberação da vacina ajude a acelerar o ritmo de recuperação da confiança dos passageiros, que ainda acontece em um ritmo vagaroso para justificar o investimento das companhias em adquirir novas aeronaves.

Continua após a publicidade

Como consequência disso, a American Airlines pode cancelar parte da encomenda feita à Boeing pelos novos 737’s MAX, groundeados desde Março de 2019. Para priorizar o investimento em outras áreas, uma das principais companhias aéreas norte-americanas, deve desistir de 17 aeronaves caso a Boeing não consiga flexibilizar o pagamento desses aviões.

A American é uma das principais clientes desse modelo da Boeing, tanto na versão NG quanto na recém-lançada MAX. O cancelamento, caso confirmado, se somará as mais de 600 aeronaves previamente encomendadas e que tiveram seus pedidos cancelados ou reduzidos. No mês passado, por exemplo, a Norwegian cancelou todas as 92 aeronaves encomendadas.

A American já havia recebido 24 unidades do MAX, que seria utilizado também em voos para o Brasil, ao operar na rota Miami (MIA) – Brasília (BSB), recém-cancelada pela empresa.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta