American Airlines registra prejuízo bilionário no segundo trimestre

A American Airlines divulgou hoje através do seu portal de notícias os resultados financeiros do grupo (AA Group Inc.) para o segundo trimestre do ano de 2020.

Não é nenhuma novidade que a pandemia prejudicou fortemente a aviação em todo mundo, com a queda drástica na oferta e demanda por voos. Aos poucos surgem alguns leves sinais de recuperação, mas isso requer tempo, tendo em vista inúmeras restrições para viagens.

Continua após a publicidade

A American Airlines sofreu uma perda de US $ 2,1 bilhões, com receitas caindo 86,4%. Com isso, a companhia assinou contrato com o Departamento do Tesouro dos EUA por um empréstimo garantido de US $ 4,75 bilhões. No mesmo período do ano passado, a companhia aérea registrou um lucro líquido de US $ 662 milhões.

Este foi um dos trimestres mais desafiadores da história da American.

Disse o presidente e CEO da American Airlines, Doug Parker. 

“A pandemia e o consequente desligamento da economia dos EUA causaram graves interrupções na demanda global por viagens aéreas. Apesar desses desafios, a equipe da American Airlines fez um trabalho fenomenal, cuidando de nossos clientes e de nossos colegas”

Ainda de acordo com Doug, a empresa agiu rapidamente para melhorar sua liquidez, economizar dinheiro e garantir que os clientes estejam seguros.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta