Airbus recebeu menos de dez pedidos no segundo trimestre

Impulsionada pela crise global, a Airbus registrou prejuízo no segundo trimestre de 2020. A fabricante também, vai cortar significamente a produção de novas aeronaves, já que a demanda global caiu e não recupera tão cedo.

Durante o mesmo período, de abril à junho, a fabricante também registrou apenas nove pedidos de novas aeronaves. A empresa de leasing Avolon, realizou uma encomenda de oito A320neo e um A321neo. Porém, também pediu cancelamento de uma unidade do A330neo.

A princípio, a família A320 sofrerá uma redução da sua produção, passando de 60 unidades mensais para 40. Em junho, a Airbus entregou 36 novas aeronaves de um total de 74 no período.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta