Airbus A380 retorna aos céus hoje pela Emirates

Quando se fala sobre o Airbus A380, impossível não pensar no seu maior operador: Emirates. A maior companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos foi alvo de diversas notícias envolvendo o superjumbo durante a pandemia. Inclusive, tendo uma notícia falsa sendo desmentida pelo seu próprio presidente, Tim Clark.

Diferentemente do Boeing 777, o A380 não voará para diversos destinos inicialmente. Por tanto, a Emirates escolheu seus dois principais destinos na Europa para o reinício das suas operações: Londres (LHR) e Paris (CDG), conforme antecipamos no mês passado.

A expectativa é que o retorno do superjumbo seja mais lento. A companhia não pretende retorná-lo em rotas que ainda não conseguem ocupar totalmente um triple seven. No Brasil a expectativa do retorno do A380 é para setembro, mas ainda sem confirmação.

Na última semana porém, o presidente Tim Clark deu uma entrevista para a BBC sobre possíveis demissões em massa. Segundo o executivo, a Emirates poderá demitir 9 mil funcionários dos mais de 60 mil que possui. Representando cerca de 15% de redução do quadro. No mês passado, a companhia já tinha demitido cerca de 1400 pilotos.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta