Aeromexico devolverá aviões para cortar custos

A Aeromexico entrou com um pedido de recuperação judicial no início deste mês, passando a ser a terceira empresa na América Latina a solicitar proteção contra falência devido às perdas com a crise. No âmbito de sua solicitação do Capítulo 11 da Lei de Falências nos Estados Unidos, a companhia aérea informou que irá solicitar o cancelamento de contratos de aeronaves, como parte do processo de restruturação de negócios.

Como parte dos esforços para reduzir custos e otimizar sua frota, a empresa solicitou o cancelamento de contratos de arrendamento de 23 aeronaves, sendo 10 da Aeroméxico e 13 da Aeroméxico Connect.

Os contratos que a companhia aérea pediu para cancelar correspondem a nove aeronaves Embraer E-170LR e mais quatro que não foram divulgados, mas que operam para AeroMexico Connect; para a AeroMexico serão devolvidos cinco Boeing 737-700 e cinco 737-800.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!