Ryanair pretende operar mil voos diários em julho

Com o avanço da pandemia na Europa, a low-cost Ryanair reduziu consideravelmente sua malha de operação, realizando apenas 20 voos por semana durante o auge da crise no velho continente.

Visando um aumento na demanda nos próximos meses, a companhia pretende retomar a partir do dia 1º de julho cerca de mil voos diários, porém impondo algumas restrições em seus voos. Assim como várias companhias ao redor do mundo, a Ryanair também vai impor aos seus passageiros o uso obrigatório da máscara.

A companhia também orienta aos seus passageiros a realizar o check-in e o despacho de bagagem de forma virtual, medida para evitar ao máximo o contato com outras pessoas no aeroporto. Em voo, a Ryanair reduzirá as opções do serviço Buy on Board (BoB) e orienta aos clientes a não formarem fila de espera para utilizar o banheiro da aeronave.

“Após quatro meses, é hora de fazer a Europa voar novamente, para que possamos reunir amigos e famílias, permitir que as pessoas retornem ao trabalho e reiniciar o setor de turismo na Europa, que oferece milhões de empregos”, destaca Eddie Wilson, CEO da Ryanair.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!