Flight Report: de Campinas para Santos Dumont no A320neo da Azul

Ingressando na final da Pista 20L do Santos Dumont

Nesta segunda-feira (08) foi um dia histórico para a Azul: a companhia pousou pela primeira vez no Aeroporto do Santos Dumont (SDU), no Rio de Janeiro, com o Airbus A320neo.

A novidade conforme divulgada na semana passada, fará a Azul ampliar a sua oferta de assentos no aeroporto central carioca, com a introdução dos novos Airbus A320neo configurados para 174 assentos. As cinco primeiras fileiras e a saída de emergência são dedicadas para o Espaço Azul, que garante uma distância maior entre as poltronas.

Para o Santos Dumont, a Azul contará inicialmente com partidas de seu hub em Campinas (VCP) já a partir dessa segunda-feira (08). Brasília (BSB) e Porto Alegre (POA) serão as próximas bases a contar já no próximo dia 15, com o upgrade de equipamento, que antes eram realizados pelos Embraer E195-E1.

Embarcamos no primeiro voo da Azul com o Airbus A320neo. Confira o Flight Report especial abaixo.

AD 4163

Aeronave: Airbus A320neo
Matrícula: PR-YRL
Assentos: 13A e 24A

Escalado para esse voo, o Airbus A320neo de matrícula PR-YRL estava aguardando pelos primeiros passageiros na posição C08 em Campinas (VCP), para o voo AD4163 com o destino ao Rio de Janeiro (SDU). A missão é especial, pousar pela primeira vez com o A320neo no SDU com passageiros.

No total a Azul conta com 40 unidades do modelo, e possuem configurações diferentes: alguns possuem 165 assentos, porém a maioria contam com 174. Todos em classe única. Para poder pousar em pistas curtas, é necessário que o A320neo conte com o chamado pacote SHARP. Esse pacote nada mais é que melhorias na perfomance do avião para permitir que consiga pousar e decolar com menos comprimento de pista.

Nosso voo estava com 150 passageiros previstos, e atendendo as novas normas sanitárias, todos estavam de máscara. Para acompanhar o voo, foram convidados alguns jornalistas e autoridades.

O embarque foi iniciado às 13h15, 35 minutos antes da partida programada. Rapidamente estávamos nos acomodando a bordo da aeronave e em nossos assentos, 13A e 24A, ambos janelas. Quando era 13h39, as portas foram fechadas e estávamos prontos para a nossa partida que teve os comandantes Edson Scrignoli e Lucas Valvano como responsáveis.

Pushback iniciado e em instantes a gente já estava taxiando e prontos para decolagem na pista 33 de Viracopos. Potência aplicada nos motores LEAP 1A e rapidamente o PR-YRL estava fora de solo, quando o relógio marcava 13h56.

Durante o voo tivemos momentos de descontração entre os integrantes jornalistas e representantes da Azul. O serviço de bordo foi composto por opções de torresminho e bolinho de baunilha com gotas de chocolate, acompanhados de suco e água, o que foi feito rapidamente pela equipe do comissário chefe Marcos Dias.

Comissários do voo inaugural com o A320neo para o Santos Dumont

Às 14h20, começamos nossa descida para a pista 20L do Santos Dumont. Sobrevoando a cidade do Rio de Janeiro cerca de mil pés acima do nível médio do mar, o trem de pouso foi acionado e já selecionado o flap full para o pouso, que tem como referência a ponte Rio-Niterói. Quando era 14h38 estávamos no solo com total segurança, e começamos a taxiar para a nossa posição de parada final, porém antes, contamos com o tradicional batismo para selar as boas-vindas do novo equipamento da Azul ao SDU.

Batsimo do A320neo PR-YRL no Santos Dumont

Antes de desembarcamos, conversamos um pouquinho com o comandante Edson Scrignoli para pegar algumas palavras sobre a operação com o A320neo SHARP e suas principais diferenças para o equipamento normal, confira:

Estava assim inaugurada a nova operação da Azul no aeroporto do Santos Dumont (SDU) com os novos Airbus A320neo.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!