Empresa de leasing SMBC adia entregas do Boeing 737 MAX

A companhia de leasing SMBC Aviation Capital, confirmou que vai postergar a entrega de 68 unidades do Boeing 737 MAX. A informação foi divulgada em seu relatório financeiro, o que pelo menos, não é um cancelamento da ordem de pedidos.

A SMBC possui 133 pedidos da nova versão do 737 no total. As 68 unidades serão adiadas , e só serão entregues a partir de 2025. Inicialmente estes pedidos estavam programados para recebimento entre 2021 e 2022, só que com os constantes atrasos na recertificação do modelo que levou a Boeing a paralisar sua produção, não começaram a nem ser produzidos ainda.

Para a SMBC, apesar do seu resultado financeiro positivo no ano passado de US$364,5 milhões, o adiamento destas aeronaves são estratégicas, e não financeiras em si. Segundo o CEO Peter Barrett, a expectativa na demanda para o mercado de leasing irá recuar nos próximos anos devido a atual crise mundial.

Nos meses anteriores, outras companhias de leasing também realizaram modificações nos seus pedidos. Foi o caso da Avolon e GECAS, que cancelaram 75 e 69 unidades respectivamente, do Boeing 737 MAX. No Brasil, a GOL cancelou 34.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta