Emirates diz não se preocupar em postergar entregas de novas aeronaves

Durante uma live realizada pela Arabian Travel Market, o presidente da Emirates, Tim Clark, diz não estar preocupado em adiar as entregas de novas aeronaves. Para ele, o momento é de manter o fluxo de caixa da empresa, evitando gastos exacerbados até que a economia mundial volte ao normal.

Clark também disse que a atual frota da Emirates é suficiente para atender toda a demanda e que por isso não seria um problema em postergar o recebimento de novos aviões. “Acho que provavelmente até entre os anos de 2022 e 2024, veremos as coisas voltarem a um certo grau de normalidade e a Emirates estará operando sua malha como era e, com esperança, com tanto sucesso quanto era”, afirmou o presidente.

A companhia espera receber 203 aeronaves da Boeing e da Airbus, sendo elas: 50 Airbus A350-900, 8 Airbus A380-800, 14 Boeing 777-8, 101 Boeing 777-9 e 30 Boeing 787-9.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta