Embraer realiza primeira conversão de Legacy 450 em Praetor 500

A Embraer concluiu a primeira conversão de um Legacy 450 em um Praetor 500 para um cliente não divulgado. A conversão foi realizada no Centro de Serviços de Jatos Executivos da Embraer no Aeroporto Internacional Bradley em Windsor Locks, Estados Unidos.

O processo completo de conversão de um Legacy 450 em Praetor 500 aumenta o alcance da aeronave em até 440 milhas náuticas, atingindo até 3,340 milhas. Este processo de melhoria pode ser realizado nos Estados Unidos, França e Brasil.

Continua após a publicidade

Os Centros de Serviço pertencentes à Embraer estão bem preparados, com kits de peças e mão-de-obra qualificada, para entregar o jato executivo de médio porte mais inovador e tecnologicamente avançado da indústria, o Praetor 500, aos nossos atuais clientes do Legacy 450, sempre com o objetivo principal da empresa de fornecer a melhor experiência para o cliente. Esta conversão torna um ótimo avião ainda mais líder no segmento.

Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte

Dentre as mudanças, estão a substituição da fiação com sensor de nível nos tanques de combustível, as portas de abastecimento por gravidade em cima da asa são movidas, o sistema de medição de combustível foi realocado e as nervuras das asas foram reforçadas para suportar o peso adicional. Estes ajustes também incluem atualizações nos sistemas de controle de voo, com uma nova carga aviônica para a cabine de comando.

Porém a mudança mais visível da conversão, é a instalação dos winglets do Praetor, assim como as placas e os logotipos que são substituídas para converter oficialmente o Legacy 450 em um Praetor 500.

O jato executivo conta com controles completos de voo fly-by-wire e capacidade de redução de turbulência. A cabine do Praetor 500 é abundante em conforto – é o único jato executivo de médio porte que possui uma cabine de piso plano com 1,83 metro de altura, piso de pedra, galley completa, toalete a vácuo e o melhor espaço para bagagem da categoria.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta