Entenda como funciona o novo sistema de embarque: Tapete Azul

Neste momento em que estamos vivendo, o distanciamento social é muito importante para conter a proliferação do vírus causador da pandemia. E foi durante o primeiro voo comercial do Airbus A320neo da Azul para o aeroporto Santos Dumont, que conferimos como funciona o novo sistema inteligente de embarque rápido desenvolvido pela Azul em parceira com uma empresa do Paraná.

O Aeroporto Internacional Afonso Pena (CWB), foi o primeiro a contar com esta tecnologia, e hoje os aeroportos de Viracopos (VCP) em Campinas, Goiânia (GYN), Confins (CNF), Salvador (SSA) e o Santos Dumont (SDU) no Rio de Janeiro já contam com esta inovação. Até o final do ano a Azul deverá implantar o sistema em mais 17 novos aeroportos em todo país. Durante o embarque do voo AD 4291, que liga o Santos Dumont a Viracopos, podemos conferir de perto como funciona a nova tecnologia implantada pela companhia.

Batizado como Tapete Azul, o novo sistema é composto por um conjunto de projetores e monitores, que, por meio de realidade aumentada, indicam aos passageiros o momento certo de embarcar. No chão, os projetores formam um tapete virtual colorido e móvel, e todos os passageiros ficam sentados aguardando o momento que o número de seu assento apareça no marcador, convidando o passageiro a se posicionar na fila.

Os números das fileiras não seguem uma sequência crescente ou decrescente: os projetores mostram os números dos assentos com diferenças entre duas a três fileiras, evitando assim aglomerações dentro da aeronave.

Outra funcionalidade do Tapete Azul, é que quando o passageiro embarca, o número do assento automaticamente some e não fica repetindo. No desembarque também ele é bastante útil, pois auxilia os clientes indicando aonde é a saída.

Depois que o Tapete Azul foi implantado, a inovação vem proporcionando uma diminuição de até 25% no tempo em que cada passageiro leva entre o embarque até estar acomodado em seu assento. Outro ponto importante que podemos notar com a implantação do Tapete Azul, foi que os passageiros que tiveram seus assentos marcados pelos refletores, ficam alguns metros de distância um dos outros, garantindo o distanciamento social neste momento em que vivemos, com muita agilidade e segurança.

Antes do início das chamadas de embarque no Santos Dumont, o Tapete Azul, se transformou na alegria das crianças que aguardavam o embarque com seus pais. É realizada uma animação com brincadeira “amarelinha” refletida no chão, e os pequenos não resistiram a tentação e foram brincar.

O próximo passo será disponibilizar a tecnologia para ser utilizado como banner para empresas com interesse em divulgar sua marca, nos revelou, Giuliano Podalka gerente de projetos especiais normativas da Azul.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!