Avianca deseja a reabertura dos voos comerciais o mais rápido possível

Um dos setores mais atingidos em todo o mundo pela pandemia foi da aviação comercial. Na manhã da última quinta-feira (11), a Avianca anunciou sua posição em relação à reativação de voos comerciais no país.

Durante o pronunciamento, o presidente colombiano Iván Duque, garantiu que protocolos estavam sendo preparados para que as companhias aéreas começassem a fazer voos sazonais durante o mês de julho.

Em resposta, Julián Laverde, vice-presidente de operações da Avianca, informou que a empresa não considera voos sazonais como reabertura da aviação comercial no país. Mas espera retomar de forma progressiva as operações seguindo com as orientações sanitárias e de saúde necessárias.

O executivo acrescentou que a Avianca está pronta para “iniciar as operações, mas depende da autorização dos governos, para definir as rotas que faça sentido com a demanda para operar neste período. Para Avianca o transporte aéreo é necessário para a economia e para as pessoas que precisam urgentemente de voar.

A Avianca foi a primeira companhia latino-americana a solicitar o acesso ao Chapter 11 nos Estados Unidos, equivalente a recuperação judicial no Brasil. A companhia já anunciou medidas para sua reorganização financeira, como a devolução de algumas aeronaves e intenções de encerrar as operações na divisão peruana.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!