Após denúncias de licenças falsas, PIA é proibida de voar no espaço aéreo europeu

Após um acidente em maio e denúncias de falsas licenças de pilotos, a Pakistan International Airlines (PIA) foi proibida pela Agência de Segurança Aérea da União Européia (EASA) de voar e operar em todos os países da união econômica e política.

A medida entrará em vigor a partir de 1º de julho de 2020, por um período de 6 meses. A Pakistan International Airlines tem o direito de recorrer a decisão, com isso, a administração da companhia já está em contato com a Agência para tentar reverter a situação. Com uma frota de 31 aeronaves, a empresa opera em seis destinos na União Européia.

“O operador não pôde demonstrar ter implementado efetivamente todos os elementos de um sistema de gerenciamento de segurança”

Afirmou a EASA em comunicado.

Licenças falsas e acidente

Foto por Raihan Ahmed via Airliners.net

A PIA suspendeu 150 de seus 426 pilotos, após a Autoridade de Aviação Civil do Paquistão realizar uma investigação que descobriu que 40% dos pilotos no país possuíam licenças falsas. A medida foi tomada para averiguar a situação perante o quadro de tripulantes da companhia. Na investigação, foi constatado que 262 dos 860 pilotos paquistaneses ativos não haviam realizado exames obrigatórios para obtenção das licenças.

Em 22 de maio, o Airbus A320, matrícula AP-BLD da Pakistan International Airlines – PIA, acidentou-se em Karachi (KHI), uma das cidades mais importantes do Paquistão. O voo PIA 8303 contava com 98 pessoas a bordo, entre 90 passageiros e 8 tripulantes.

As descobertas iniciais do relatório sugeriram que não havia problemas técnicos com o avião e que o tempo no momento do acidente estava adequado para o vôo. Apesar disso, foram apontados erros cometidos pelos tripulantes e controladores, que contribuíram para a queda da aeronave.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!