Air Canada realizou o último voo com seu Boeing 767

Não só os quadrijatos estão tendo suas histórias sendo encerradas antecipadamente. Na Air Canada, a companhia está oficialmente aposentando sua frota de Boeing 767, que teve início em junho de 1984, exatamente 36 anos atrás quando recebeu o seu primeiro exemplar de matrícula C-GAVA.

Em agosto de 1989 a companhia recebeu o primeiro Boeing 767 na versão 300, somando aos quatro da versão 200 que possuia anteriormente. O modelo foi o responsável pela abertura e prestação dos voos de longa distância da Air Canada durante décadas.

Continua após a publicidade

Diversos 767 foram transferidos para sua filial low-cost, a Rouge, enquanto recebiam os novos Boeing 787 Dreamliner. No total, somente a Air Canada, já teve 72 unidades do modelo em toda sua história.

Nesta terça-feira (02), a Air Canada realizou o seu último voo regular com o equipamento. O Boeing 767-300 de matrícula C-FTCA foi o responsável pela execução da rota AC439 entre Montreal (YUL) e Toronto (YYZ). O jato foi entregue para a canadense 31 anos atrás.

No Brasil tiveram um importante papel em realização de rotas regulares para São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG). Em GRU, foi substituído algumas vezes pelos Boeing 777, até o 787 Dreamliner realizar definitivamente a rota que ligava seu hub Toronto (YYZ).

Confira abaixo nossa galeria especial com as fotos dos Boeing 767-200 e -300 no Brasil e em outros países:

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta