Recuperação judicial não está nos planos da American Airlines

Diferentemente do que foi noticiado em outras mídias, o processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, conhecido como Chapter 11, não está nos planos da American Airlines. Em entrevista para a Reuters, o CEO da companhia, Doug Parker, negou tal medida para ser adotada.

“Recuperação judicial é uma falha. Nós não vamos fazer isso. Eu não acho que vocês verão qualquer companhia aérea irem por esse caminho como resultado da crise”, afirmou Parker. Nos Estados Unidos, as companhias Miami Air e RavnAir Alaska deram entrada no pedido da Chapter 11.

Recentemente, o CEO da Boeing, David Calhoun, declarou em entrevista que uma das principais companhias aéreas dos Estados Unidos irá falir devido a atual crise mundial. A declaração foi repudiada pela American Airlines e United.

As duas principais companhias aéreas da América Latina, Avianca Holdins e Grupo LATAM pediram acesso ao Chapter 11 nos Estados Unidos. Diversas companhias em todo o mundo estão seguindo este caminho para tentar sobreviência no pós-crise.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta