Azul inova em Curitiba com novo modelo de embarque

Através de um modelo inédito e inovador na indústria aeronáutica, a Azul instalou em Curitiba (CWB) o Tapete Azul, processo que já foi testado em São Paulo (CGH) no ano passado. A novidade garante que os passageiros evitem filas para o embarque além da redução no tempo do processo até chegar no seu assento.

No atual momento que todo o mundo vem vivendo com a pandemia, o distanciamento social é algo que vem sendo colocado em prática no nosso dia a dia. Com o Tapete Azul, além dos benefícios do embarque mais eficiente, garante um distanciamento melhor do que filas padrões que são utilizadas.

“O processo de embarque de uma aeronave possui regras e a necessidade de identificação dos Clientes para garantir a segurança. Essa tecnologia está nos ajudando a fazer isso com muito mais agilidade e segurança, especialmente neste período em que as pessoas precisam manter a distância uma das outras. Isso acontece porque o sistema chama de forma intercalada nossos Clientes a fazerem o embarque, tornando o processo mais fluido para quem está viajando”, explica Jason Ward, vice-presidente de Pessoas e Clientes.

Saiba como o Tapete Azul funciona

“A Azul nasceu de um projeto inovador, então está em nosso DNA procurar formas e tecnologias que proporcionem aos nossos Clientes o melhor voo de suas vidas”, afirma Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação.

O projeto do Tapete Azul deve ser ampliado até o final do ano para outras 17 bases. Em breve estará chegando a mais três aeroportos: Confins (CNF), Rio de Janeiro (SDU) e Salvador (SSA). Atualmente já encontra-se em testes também em Campinas (VCP) e Goiânia (GYN).


Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!