Avianca pretende fechar divisão no Peru e reduzir sua frota

A companhia aérea latino-americana Avianca deve encerrar sua divisão no Peru e reduzir a frota de outras filiais ligadas ao grupo, como parte da reformulação da empresa que está sendo realizada após o pedido de recuperação judicial.

A Avianca Holdings buscou proteção em 10 de maio em um documento conjunto que cobre várias de suas divisões de companhias aéreas. Segundo informações, a empresa planeja “iniciar uma desaceleração” de sua divisão Avianca Peru, como parte dos “esforços essenciais de dimensionamento correto” para emergir como uma empresa mais competitiva. O fechamento da operação peruana permitirá à Avianca “renovar seu foco nos principais mercados” quando a reestruturação estiver concluída.

A Avianca estava operando uma frota de 156 aeronaves (143 de passageiros e 13 de carga). A empresa iniciou uma revisão abrangente da frota, incluindo a adequação de aeronaves individuais ao hub de Bogotá, embora ainda esteja em andamento, provavelmente resultará na devolução de aeronaves a arrendadores e credores. Um total de 14 aeronaves devem deixar a frota em breve, sendo um Boeing 787-8 e dois Airbus A330-300 operados pela Avianca Colômbia, as outras 11 aeronaves serão jatos de corredor único, incluindo sete A320, dois A321 e dois A319, das frotas da Avianca Peru, Avianca Equador e Taca. A empresa busca com essas medidas que prosseguir com sua reorganização e sobrevivência.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta