ATR vai reduzir produção de novas aeronaves

Segundo o CEO da fabricante européia ATR, Stefano Bortoli, em entrevista para a Reuters, afirmou que vão reduzir as produções de suas aeronaves. Segundo o executivo, ainda estão em estudos para definir a quantidade a ser reduzida.

A ATR é responsável pela produção de um dos turboélices mais bem sucedidos da indústria aeronáutica, atualmente com a produção dos modelos 42-600 e 72-600. A fabricante com base em Toulouse (TLS), é uma das empresas com investimentos da Airbus, com 50% de seu capital. A outra metade pertence ao grupo italiano Leonardo.

Continua após a publicidade

Em 2019, a ATR teve um aumento nas suas encomendas, de 52 para 79 unidades. E somente em 2020, já tinha entregue 68 exemplares da atual família 600.

No Brasil, são amplamente utilizadas no mercado regional, com a Azul sendo a maior operadora do modelo com 32 no total, todos ATR 72-600. A Voepass (resultante da fusão da Passaredo com MAP), possui 18 unidades, das versões 42 e 72. A Omni possui somente um exemplar do 42-500.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta