Sobrevivência do grupo Lufthansa dependerá de ajuda do governo

O grupo Lufthansa, composto pelas companhias Austrian, Brussels, Eurowings, Lufthansa e Swiss pode depender de auxílio estatal para sobreviver a atual crise.

Recentemente, o grupo publicou seus resultados preliminares para o primeiro trimestre de 2020, que mostram uma queda drástica nas receitas das companhias aéreas. Com isso, o grupo não espera conseguir cobrir suas despesas e está buscando ajuda dos governos dos países de origem de suas companhias aéreas.

De acordo com números divulgados pelo grupo, no primeiro trimestre de 2020 houve queda na receita de 18%, para 6,4 bilhões de euros, ao invés de 7,8 bilhões do ano anterior. Somente no mês de março as receitas cairam 47%, o equivalente a 1,4 bilhão de euros.

É ressaltado ainda, que o grupo possui passivos de bilhões de euros. Isso se deve a contas a pagar e a reembolsos de bilhetes cancelados, além de pagamentos futuros de passivos financeiros.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!