Receita da Azul Cargo cresce 36% no primeiro trimestre

Foi divulgado pela a Azul nesta quinta-feira (09), que a receita da Azul Cargo cresceu 36% durante o primeiro trimestre de 2020, sendo 13% somente em março. A Azul Cargo obteve aumento de 41% e 61% durante os mesmos períodos de 2018 e 2019 respectivamente.

Continua após a publicidade

“Estamos orgulhosos de atender o Brasil nessas missões críticas. Nossos serviços de carga têm desempenhado um papel importante no combate à pandemia de Covid-19. Desde março, observamos um aumento na demanda por transporte aéreo de materiais de saúde, incluindo medicamentos, máscaras e equipamentos hospitalares. As entregas expressas de nossos parceiros de e-commerce também aumentaram nas últimas semanas, pois a maioria da população brasileira permanece em quarentena. Em março, nosso negócio de cargas cresceu em comparação ao ano passado, apesar de termos tido uma redução significativa de capacidade”, afirmou John Rodgerson, CEO da Azul.

A Azul também deve começar a utilizar as aeronaves de passageiros Airbus A320neo e Embraer E195 para o transporte exclusivo de carga, como diversas companhias aéreas em todo o mundo estão realizando. A Azul também conta com algumas unidades do ATR 72-600 “quick-change”, que são homologadas para transportar passageiros e cargas, sendo convertido rapidamente.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta