Iberia deverá receber ajuda do governo espanhol

O governo espanhol está preparando uma ajuda financeira urgente à Iberia para evitar seu sufocamento econômico devido à paralisação de seus voos, seguindo o exemplo de outros executivos europeus, como o francês ou o alemão, que já liberaram ou estão finalizando empréstimos a favor da Air France-KLM e Lufthansa, suas antigas empresas de bandeira.

Até agora, a posição do governo era esperar que a Comissão Europeia terminasse de delinear o novo quadro jurídico para ajuda pública a empresas estratégicas, que até a atual pandemia eram muito limitadas devido aos seus efeitos sobre a livre concorrência. No entanto, outros países já se adiantaram para oferecer esses auxílios a suas companhias aéreas devido à necessidade urgente de liquidez. 

O auxílio seria na forma de empréstimos bonificados com garantias de crédito e não implicaria, por enquanto, a entrada na capital da companhia aérea. O governo está acompanhando de perto toda a situação dos transportes no país.

Estes empréstimos iniciais poderão posteriormente dar lugar aos auxílios estatais diretos, se incluídos no novo quadro legislativo europeu. De fato, como reconheceu o ministro dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, José Luis Ábalos, na segunda-feira (27), quando compareceu ao Congresso dos Deputados. A Espanha quer adotar uma posição comum com a Alemanha, a França e a Itália sobre esses auxílios públicos às companhias aéreas. Por esse motivo, Ábalos se reuniu por videoconferência na última sexta-feira (24), com seus colegas dos três países para chegar a um acordo sobre uma proposta conjunta que permita o resgate de companhias aéreas quando o assunto for discutido..

Da mesma forma, o ministro da Indústria, Comércio e Turismo, Reyes Maroto, disse na segunda-feira que “o transporte aéreo é essencial para o turismo” e “as companhias aéreas devem receber apoio específico para garantir sua viabilidade”, relata Javier Salvatierra.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta