Grupo Lufthansa divulga pacote de ações para reestruturação

O Grupo Lufthansa, maior grupo de aviação da Europa, divulgou nesta terça-feira (07) um pacote de ações para a reestruturação de todo o Grupo devido a crise do novo coronavírus Covid-19. As ações envolvem cancelamento de rotas, serviços e retirada de algumas aeronaves.

Continua após a publicidade

Na Lufthansa, serão retirados de operações definitivamente:

  • 6 Airbus A380;
  • 7 Airbus A340-600;
  • 11 Airbus A320;
  • 5 Boeing 747-400.

Os seis Airbus A380, já estavam para serem retirados em 2022, na qual seriam vendidos de volta para a fabricante Airbus. Com a decisão da retirada de todas essas aeronaves, a companhia alemã vai reduzir sua capacidade nos seus dois principais hubs: Frankfurt (FRA) e Munich (MUC).

Serão retirados também de operações três Airbus A340-300 da subsidiária Lufthansa Cityline, que opera determinados voos longos turísticos estratégicos para a Lufthansa. Já nas outras subsidiárias Eurowings/Germanwings estão previstos as medidas a seguir:

  • Retirada de dez Airbus A320;
  • Voos de longa distância operados para a Lufthansa serão reduzidos;
  • Encerramento das operações da Germanwings.

Para as outras companhias do Grupo Lufthansa, a Austrian Airlines e Brussels Airlines estarão revisando suas frotas para diminuir a quantidade de aeronaves. Para a Swiss, o Grupo pretende postergar entregas de aeronaves menores e também a retirada antecipada de aeronaves mais antigas.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta