Governo italiano assumirá Alitalia em Junho

O governo da Itália deve assumir mais uma vez a Alitalia em junho e manter mais de 90 aeronaves em operação com esperança que a atual pandemia ajude a companhia aérea que já está em meio a uma grande crise interna há alguns anos. Alegando que o potencial de encontrar um comprador no contexto da crise econômica mundial era quase nulo, o governo italiano decidiu renacionalizar a Alitalia.

Recentemente ocorreram tentativas de venda da aérea para grandes grupos do setor como Delta, EasyJet e Lufthansa, porém esta estatização deverá por um ponto final nos interesses de venda da companhia. Desde maio de 2017, a transportadora está sob “administração extraordinária” depois que os funcionários rejeitaram um plano de reestruturação de seu principal acionista, a Etihad (49%).

Airbus A330 da Alitalia ao livrar a pista no aeroporto de Fiumicino, Roma

“Se antes, a Alitalia era como um vaso de cristal no meio de vasos de aço, hoje isso não é mais o caso”, argumentou Stefano Patuanelli, atual Ministro da Indústria italiano.

Stefano Patuanelli também disse que o faturamento da Alitalia caiu 87,5% em 2020. No entanto, o ministro espera um futuro brilhante para a companhia aérea, graças à crise que a indústria aérea está enfrentando atualmente. Com otimismo, também informou que a “nova empresa” começará na mesma posição que outras companhias aéreas assim que o mercado se recuperar.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta