Delta retira MD-88 e MD-90 da sua frota

A Delta anunciou nesta quinta-feira (30) a retirada antecipada dos McDonnell Douglas MD-88 e MD-90 da sua frota. A companhia americana justificou que devido a crise econômica mundial, terá que remanjear sua capacidade, e que nos dois últimos meses já parou mais de 600 aeronaves, o que corresponde metade da sua frota.

Os modelos MD-88 e MD-90 fazem parte do novo cronograma de retirada de aeronaves da Delta, devido serem mais antigas e não tão eficientes para o momento. A previsão que estes modelos sejam retirados em junho.

A Delta foi uma das principais operadoras do equipamento no mundo, com 189 unidades no total, tendo o primeiro MD-88 entregue em março de 1987, e o primeiro MD-90 oito anos depois, em 1995. Atualmente apenas 76 estão em atividade (47 e 29 unidades respectivamente).

Os MD-88 e MD-90 da Delta, de acordo com o Seat Guru, são configurados em três classes, sendo elas: First, Delta Comfort+ e Economy, tendo apenas pouca diferença na quantidade de assentos da Economy, de nove assentos a menos no MD-88. Os jatos possuem iluminação interna com lâmpadas LED e também dispõem de conexão de internet via Wi-Fi.

Foto do interior de um MD-88 da Delta.
Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta