Corsair retira seu último clássico Boeing 747 de serviço

Cena era tradicional e desejada por turistas e entusiastas, já que a companhia operava na paradisíaca ilha de St Marteen.

A subsidiária francesa da belga TUI está retirando de serviço seu último Boeing 747-400 um ano antes do previsto. A companhia era atualmente a única francesa a operar o famoso jumbo na versão de passageiros.

Continua após a publicidade

Com informações do jornal La Tribune, a Corsair pretende ter sua frota renovada de widebodies a partir de 21 de Junho deste ano com voos para Guadalupe, Martinique e Reunión, ilhas caribenhas que são território francês.

As matrículas F-GTUI, F-HSEA, e F-HSUN eram os últimos moicanos. E, devido a crise internacional provocada pela pandemia sanitária, serão sacados precocemente.

A CORSAIR chegou a operar todos os modelos do clássico quadrijato da Boeing desde 1991, inclusive o ‘baby’ 747SP.

A 330neo é a nova aposta

A companhia aguarda receber seus cinco pedidos do modelo A330-900neo até Agosto de 2020. Três serão de propriedade da mesma, outros dois serão adquiridos no modelo de leasing. O plano da Corsair é se tornar uma frota hegemônica de aeronaves Airbus.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta