Concessionária pede o fechamento dos aeroportos El Palomar e Aeroparque

A concessionária Aeropuertos Argentina 2000, entrou com pedido junto ao governo para fechamento dos aeroportos El Palomar (EPA) e Aeroparque (AEP) alegando que as restrições de voos os deixaram com a receita drasticamente reduzida.

O objetivo da concessionária é concentrar todos os voos existentes no aeroporto internacional de Ezeiza localizado cerca de 31km do centro de Buenos Aires, consolidando todas as operações em um único aeroporto até que os voos regulares sejam permitidos novamente.

Em nota o Ministério dos Transportes da Argentina, informou que a questão está sendo avaliada nas áreas técnicas e que nada foi decidido ainda. Há rumores que foi divulgado um documento em que a concessionária solicitava ao governo que “encerrassem definitivamente”, e não “temporariamente”, as operações no aeroporto El Palomar conforme foi divulgado.

O aeroporto El Palomar atende duas companhias aéreas low cost Flybondi e JetSmart, em setembro de 2019, a população dos bairros vizinhos ao aeroporto, entrou com uma ação judicial que está em aberto, com restrições de horários dos voos, semelhante ao que acontece em Congonhas, que passou a ter um intervalo das 22h00 às 7h00 do dia seguinte.

Em nota a concessionária desmente rumores e informa que o aeroporto El Palomar não está tendo voos regulares, exceto alguns voos esporádicos de repatriação, a transferência temporária para Ezeiza (EZE) melhoraria a distribuição de passageiros dentro do terminal, facilitando a manutenção da distância recomendada pela OMS, colaborando com cuidados e proteção, além de estar melhor preparado para realizar todos os controles sanitários exigidos pelo governo. E completou, El Palomar não tem capacidade para cumprir os distanciamentos e controles sociais necessários neste momento.


Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido pelo Contato Radar!