Qantas pretende postergar entregas do Airbus A350 e deixará A380 no chão

Devido ao problemas financeiros causados pelo coronavírus Covid-19, a Qantas está avaliando alterações em sua frota para os próximos meses. A companhia aérea australiana, pretende postergar as entregas do Airbus A350-1000, que foram escolhidos para efetuar os voos mais longos do mundo, do Projeto Sunrise, com mais de 20 horas de duração.

A Qantas também espera reduzir em 23% suas operações durante os próximos seis meses. Entre as ações, deixará em solo, oito Airbus A380, além de mais dois que estarão parados para reforma de interior. Os voos entre Sydney (SYD), Londres (LHR) com escala em Singapura (SIN), serão operados temporariamente com os Boeing 787 da companhia.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta