Flight Report: Voando com a Voepass (MAP) entre Congonhas e Bauru

Últimos posts por Calebe Murilo (exibir todos)

Conhecemos um pouco do serviço da companhia regional amazonense que opera em conjunto com a VoePass.

Texto e fotos por Calebe Murilo.

Na manhã do dia 10/03/2019, uma terça-feira ensolarada em São Paulo, era a vez de conhecer o serviço da companhia regional MAP Linhas Aéreas.

A regional amazonense, adquirida pela VoePass em agosto do ano passado, realiza além de seus voos na região amazônica, operações em conjunto com a Passaredo em São Paulo, após o recebimento dos slots oriundos da Avianca Brasil.

7M 5974

Aeronave: ATR 72-500
Matrícula: PR-MPW
Assento: 7A

Check-in e embarque

Cheguei ao aeroporto de Congonhas aproximadamente duas horas antes do horário do voo, que tinha decolagem prevista para às 11:25. Ao chegar no balcão de check-in, fui informado pelo colaborador da companhia, que o voo teria atraso mínimo de 1h30.

Não foi possível fazer o check-in pela internet, no site da companhia, pois ao final do processo se resultava em erro. Após retirar o cartão de embarque, aguardei o tempo necessário próximo ao portão de embarque, no piso inferior do aeroporto, dedicado aos embarques remotos.

Depois de aguardar até 12:35, foi inciado o embarque e os passageiros foram conduzidos de ônibus até a aeronave, um ATR 72-500 de matrícula PR-MPW. O “Papa Whiskey” foi entregue a MAP em dezembro de 2018, possuindo 16 anos de idade e tendo operado anteriormente na Air Caraibes.

Com boa parte das poltronas vazias, se encontravam a bordo apenas sete passageiros, e às 13:05, com quase duas horas de atraso, decolamos rumo a cidade de Bauru, com uma saída bastante turbulenta.

Com os avisos de atar cintos desligados pelo comandante, a dupla de comissárias iniciou o serviço de bordo, inicialmente bem apresentado, porém, existiam apenas duas opções de bebidas, água ou refrigerante citrus. Após perguntarem aos passageiros o que os mesmos gostariam de beber, as bebidas foram trazidas em uma bandeja e gentilmente entregues.

Foram distribuídos snacks, uma batata e um amendoim para cada passageiro, que estavam muito bons!

A presença da marca MAP, além da pintura, era relativamente pequena. A bordo, apenas o cartão de instruções de segurança estampava a identidade da companhia. Todos os demais itens, desde a revista de bordo, sacos de enjoo, copos e embalagens de snacks tinham a marca VoePass.

Os uniformes dos tripulantes eram no padrão VoePass e apenas o crachá de uma das comissárias tinha a marca MAP.

Após uma hora de voo, às 14:06, o voo MAP 5974 chegou ao aeroporto de Bauru. Todos os passageiros desembarcaram rapidamente para que o voo de retorno, MAP 5975 pudesse ser iniciado.

Confira em vídeo um pouco mais de como foi o voo
Cockpit da aeronave após voo de retorno ao Aeroporto de Congonhas.

Avaliação Final

O atendimento prestado aos passageiros foi bastante objetivo e simples pelos funcionários de solo da companhia. Todos foram bem recebidos a bordo pelas simpáticas tripulantes do voo. Apesar de todo atraso, o voo foi bem agradável.

Um outro ponto negativo, em vista da companhia, era a baixa ocupação dos voos, o que de acordo com a tripulação, resultará na suspensão das operações para Bauru ainda neste mês de março.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

One thought on “Flight Report: Voando com a Voepass (MAP) entre Congonhas e Bauru

  1. Também voei nessa rota em janeiro, mas no dia a aeronave foi trocada por uma da Passaredo, mas não atrasou muito, acho que apenas 20 minutos, fiz o check-in pela internet, e o vôo foi agradavel.

Deixe uma resposta