Emirates suspende quase toda sua operação de passageiros

Atualizado 20h39 22/03/2020

A Emirates anunciou na manhã deste domingo (22) em seu Instagram, que a partir da próxima quarta-feira (25), quase todos os seus voos de passageiros estarão suspensos, devido a crise do novo coronavírus Covid-19, que vem resultando na baixa demanda de passageiros e nas contínuas ações dos governos de fechar fronteiras.

Continua após a publicidade

“Tendo recebido solicitações de governos e clientes para apoiar o repatriamento de viajantes, a Emirates continuará a operar voos de passageiros e de carga para os seguintes países e territórios até novo aviso, enquanto as fronteiras permanecerem abertas e houver demanda: Reino Unido, Suíça, Hong Kong, Tailândia, Malásia, Filipinas, Japão, Cingapura, Coréia do Sul, Austrália, África do Sul, EUA e Canadá. A situação permanece dinâmica e os viajantes podem verificar o status do voo no site emirates.com.

Somente as operações cargueiras que serão mantidas em sua totalidade, através da Emirates SkyCargo. A Emirates também garante que todos os postos de trabalho serão mantidos, e que os serviços aéreos serão retomados assim que as condições permitirem.

Entre as medidas adotadas pela Emirates são:

• Adiamento ou cancelamento despesas discricionárias
• Congelamento de todo o trabalho não essencial de recrutamento e consultoria
• Trabalho com fornecedores para encontrar cortes e eficiência de custos
• Incentivar os funcionários a tirar férias remuneradas ou não, à luz da capacidade reduzida de voo
• Redução temporária do salário base para a maioria dos funcionários do Emirates Group por três meses, variando de 25% a 50%. Os funcionários continuarão a receber seus outros subsídios durante esse período. Os funcionários de nível júnior estarão isentos da redução salarial básica.
• Os presidentes da Emirates e da dnata – Sir Tim Clark e Gary Chapman – terão um corte de salário base de 100% por três meses
.

No Brasil, a Emirates opera para São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG) para Dubai (DXB) e Buenos Aires (EZE).

Ver esta publicação no Instagram

Today we made the painful yet pragmatic business decision to temporarily suspend all our passenger flights by Wednesday, 25 March 2020. The ongoing COVID-19 pandemic has resulted in significantly reduced global travel demand, accelerated by border closures, travel bans and country lockdowns. We will continue Emirates SkyCargo operations to maintain vital international air cargo links for economies and communities. We are committed to preserve and secure the jobs of all Emirates Group employees in this difficult time; we will avoid job cuts. We deeply apologize to our customers for the travel disruptions and inconvenience caused. We are committed to minimize customer impact. Learn more by clicking the link in our bio. We will continue to watch the situation closely, and will reinstate our passenger services, as soon as conditions allow. These are unprecedented times for the airline and travel industry, but we will get through it with your support. Click on the link in our bio for more details about our announcement.

Uma publicação partilhada por Emirates (@emirates) a

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta